Dra. Camila Cazerta
Dermatologista

CREMESP 111.498 RQE 27.424

 
Dra. Camila Cazerta é dermatologista, credenciada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, com experiência de mais de 12 anos em dermatologia clínica, cosmiátrica e cirúrgica.
 
 
 

Saúde da pele, cabelos e unhas

 
O dermatologista é o médico especialista no diagnóstico, prevenção e tratamento das doenças da pele, dos pêlos, cabelos e unhas . A dermatologia abrange mais de 3.000 doenças, que acometem a pele de crianças, adultos e idosos. Acne, alergias, dermatites, câncer de pele, queda de cabelos, doenças infecciosas da pele são alguns exemplos. Pequenas cirurgias, biópsias de pele, retirada de pintas também são procedimentos realizados pelo dermatologista.
 
 

Procedimentos médicos

É um exame especializado, realizado no consultório, com um aparelho que aumenta a área e que tem uma luz especial, que permite visualizar estruturas especificas, auxiliando no diagnóstico de lesões dermatológicas, como pintas ( nevos melanocíticos) e cânceres de pele. Também pode ser realizada no couro cabeludo, para diagnóstico de queda de cabelo, doenças do couro cabeludo e alopecias, exame chamado de tricoscopia.
A toxina botulínica é utilizada para o tratamento das rugas dinâmicas da face, formadas pela movimentação repetida dos músculos da mímica facial. É um tratamento para suavizar as linhas de expressão, como as perioculares (pés- de- galinha), linhas da testa, rugas entre as sobrancelhas, por exemplo. - Como a toxina botulínica age? Ela bloqueia a comunicação entre os neurônios e os músculos, promovendo um enfraquecimento temporário do músculo no qual é aplicada. É muito precisa, agindo no local em que é injetada. Seus efeitos são temporários: os músculos retomam sua atividade de contração após um determinado tempo. - A partir de qual idade pode se fazer o tratamento? Depende! Cada pessoa tem suas particularidades e, portanto, necessidades específicas. Pessoas de pele clara, que se expuseram mais ao sol, tabagistas, podem apresentar as linhas de expressão mais cedo. De modo geral, começam aparecer por volta dos 30 anos. A tendência é fazer os tratamentos cada vez mais precocemente, para evitar que as linhas se agravem, fiquem mais profundas ou estáticas. - O tratamento pode ser feito em qualquer época do ano? Sim! Não restrição quanto a isso. Como é um procedimento injetável, vermelhidão, inchaço ou roxinhos ( equimoses) nos locais podem ocorrer, que melhoram em poucos dias. Podem ocorrer assimetrias, que podem ser tratadas com o seu médico especialista. ► Quanto tempo dura seus efeitos? O efeito não é imediato. Começa, em 2 a 3 dias após a aplicação, e se estabelece (“fica pronto”) em cerca de 2 semanas. A duração dos efeitos é de 4 meses em média, dependendo de características individuais de cada pessoa. Lembrando que é muito importante a avaliação médica para a indicação e recomendações de tratamento adequadas. Preenchimentos Os preenchimentos são procedimentos médicos com a finalidade de restaurar o volume facial que se perde ao longo do tempo, melhorar sulcos ou vincos ( como o “bigode chinês” ), realçar uma determinada área, como as maçãs do rosto ou lábios, definir o contorno do rosto, o queixo ou a mandíbula, por exemplo. O ácido hialurônico é a substância de preenchimento mais utilizada, pelo seu ótimo perfil de segurança e eficácia. - O que é o ácido hialurônico? É um glicosaminoglicano, um tipo de polissacarídeo presente no nosso corpo, em grandes quantidades na pele, também nas articulações e nos olhos. Para ser utilizado como preenchedor, ele é sintetizado em laboratório, praticamente idêntico ao natural. É necessária uma modificação para que ele tenha mais longa duração no organismo do que a substância natural, que é degradada em 1 a 2 dias. O organismo tem a capacidade de degradar o produto, o que confere alto grau de segurança e biocompatibilidade. Existem diferentes géis de acido hialurônico disponíveis para uso, com tecnologias e características distintas, adequados para as particularidades de cada paciente. ► Quais cuidados se deve ter antes do tratamento? Na consulta médica será avaliada a indicação para o tratamento, se há alguma contraindicação, como infecção ou doença autoimune descompensada, se existe história de aplicação de algum preenchedor permanente anteriormente, uso de medicações, entre outras coisas. Nesta etapa será explicado sobre o procedimento, seus resultados e possíveis eventos adversos. ► Como é o pós- procedimento? Costuma ser tranquilo, podendo- se voltar às atividades habituais logo após o tratamento. Inchaço, dor, hematomas podem ocorrer e regridem em poucos dias. Importante a proteção solar nesta fase, para evitar manchas na pele. O tratamento pode ser feito em qualquer época do ano. O médico dermatologista, na sua consulta, irá explicar em detalhes o procedimento.
Os preenchimentos são procedimentos médicos com a finalidade de restaurar o volume facial que se perde ao longo do tempo, melhorar sulcos ou vincos ( como o “bigode chinês” ), realçar uma determinada área, como as maçãs do rosto ou lábios, definir o contorno do rosto, o queixo ou a mandíbula, por exemplo. O ácido hialurônico é a substância de preenchimento mais utilizada, pelo seu ótimo perfil de segurança e eficácia. - O que é o ácido hialurônico? É um glicosaminoglicano, um tipo de polissacarídeo presente no nosso corpo, em grandes quantidades na pele, também nas articulações e nos olhos. Para ser utilizado como preenchedor, ele é sintetizado em laboratório, praticamente idêntico ao natural. É necessária uma modificação para que ele tenha mais longa duração no organismo do que a substância natural, que é degradada em 1 a 2 dias. O organismo tem a capacidade de degradar o produto, o que confere alto grau de segurança e biocompatibilidade. Existem diferentes géis de acido hialurônico disponíveis para uso, com tecnologias e características distintas, adequados para as particularidades de cada paciente. ► Quais cuidados se deve ter antes do tratamento? Na consulta médica será avaliada a indicação para o tratamento, se há alguma contraindicação, como infecção ou doença autoimune descompensada, se existe história de aplicação de algum preenchedor permanente anteriormente, uso de medicações, entre outras coisas. Nesta etapa será explicado sobre o procedimento, seus resultados e possíveis eventos adversos. ► Como é o pós- procedimento? Costuma ser tranquilo, podendo- se voltar às atividades habituais logo após o tratamento. Inchaço, dor, hematomas podem ocorrer e regridem em poucos dias. Importante a proteção solar nesta fase, para evitar manchas na pele. O tratamento pode ser feito em qualquer época do ano. O médico dermatologista, na sua consulta, irá explicar em detalhes o procedimento.
Os bioestimuladores de colágeno são substâncias injetáveis, capazes de estimular a produção de colágeno nos locais em que são aplicadas. Substâncias usadas como bioestimuladores: ► ácido polilático; ►hidroxiapatita de cálcio Essas substâncias levam a um estímulo dos nossos fibroblastos, um tipo de célula do nosso corpo, responsável pela produção de substâncias que dão suporte e sustentação, como colágeno, elastina e ácido hialurônico. Podem ser aplicados no rosto, em diferentes planos, de acordo com o efeito desejado e necessidade de cada pessoa. Aplicados mais profundamente, perto do osso e na camada adiposa, reforçam a estrutura da face e melhoram seus contornos. Aplicados mais perto da pele, ajudam a melhorar a firmeza, textura, linhas finas e sua aparência global. Os resultados são graduais, progressivos, duradouros e com aspecto natural. Começam a aparecer após cerca de 2 meses da aplicação, mas ficam mais evidentes por volta do sexto mês. Isso por conta do tempo que o corpo leva para formar novo colágeno. Em geral, são necessárias de 2 a 4 sessões, variando de acordo com as características de cada pessoa. Reações ao procedimento: ► como em qualquer método que envolve injetáveis, pode ocorrer desconforto na aplicação, que pode ser controlado com uso de anestésicos, dispositivos de vibração ou gelo; pequenos hematomas, manchas e inchaços localizados. Outros efeitos são mais raros. O tratamento pode ser feito em qualquer época do ano. Pode ser indicado para homens, mulheres, em geral, após os 30 anos de idade, de acordo com a necessidade de cada pessoa. Lembrando que também podemos usar os bioestimuladores de colágeno para o tratamento da flacidez da pele de áreas corporais, como abdome, glúteos, braços, face interna das coxas, por exemplo. Radiofrequência A radiofrequência é uma tecnologia que pode ser utilizada para tratar a flacidez da pele e a celulite. A energia da radiofrequência penetra profundamente na pele, aquecendo a derme, levando ao estímulo da produção de colágeno. O aparelho pode ser regulado para atingir camadas mais profundas, a gordura subcutânea, reduzindo o tamanho das células gordurosas e aumentando seu metabolismo. Pode ser usada para tratamentos faciais ou corporais, em qualquer época do ano. O paciente pode voltar às atividades de rotina logo após o tratamento. Podem ser combinados com outros métodos de tratamento, como os bioestimuladores de colágeno, por exemplo. Em geral, são necessárias cerca de 8 sessões, semanais ou quinzenais, de acordo com particularidades de cada paciente. Pacientes com marcapasso, próteses metálicas ou infecção ativa no local a ser tratado são contraindicações ao tratamento.
É uma tecnologia de alta energia, utilizada para melhorar manchas da pele, vasinhos, e outras alterações relacionadas ao envelhecimento da pele, olheiras e na vermelhidão da rosácea. Pode ser usada no rosto, nas mãos, colo, pescoço. Em geral, são necessárias 4-6 sessões, com intervalo de 4 semanas. Os resultados aparecem progressivamente. As manchas ficam com a aparência de mais escuras após o tratamento, pelas crostinhas que se formam, e vão clareando em cerca de 1 semana. Não deve ser feita com a pele bronzeada e deve se evitar a exposição solar por 15 dias após o tratamento. Deve-se aplicar protetor solar e hidratantes, conforme orientação do dermatologista.
Peelings químicos são procedimentos dermatológicos muito utilizados, que visam esfoliar e acelerar a renovação da pele. O método se baseia em aplicar substâncias capazes de promover uma descamação da sua camada mais externa. Essa descamação é seguida de regeneração, resultando em uma melhor aparência geral da pele. O tempo desta regeneração e os resultados obtidos variam de acordo com o tipo de peeling a ser realizado. O dermatologista irá avaliar e indicar o tratamento mais adequado para cada paciente, considerando suas características e indicações. São usados para melhorar manchas e a textura da pele, amenizar linhas finas e rugas, no auxílio do tratamento da acne, por exemplo. E os peelings não são feitos apenas no rosto! Podem ser feitos em outras partes do corpo, como no tronco, nos antebraços e nas mãos. São tipos de peelings: ► Superficial: é realizado em mais de uma sessão, promove uma descamação fina da pele e, de modo geral, o processo de regeneração ocorre em até 5 dias após o procedimento; ► Médio e Profundo: em geral, são feitos em aplicação única, promovem uma descamação intensa, por atingirem camadas mais profundas que os peelings superficiais. Assim, o processo de cicatrização se inicia em 24 horas e finaliza em cerca de 7 a 14 dias. Devem ser evitados em algumas situações, como: ► Gestantes; ► Pessoas que estão em constante exposição ao sol; ► Pessoas com ferimentos na pele ainda em processo de cicatrização. Muito importante, não se pode cutucar a pele ou tentar remover as escamas- as “pelinhas” - no pós- tratamento, seguir as medidas de proteção solar e demais orientações do seu dermatologista.
É um tratamento feito com um laser do tipo Nd:YAG, de comprimento de onda 1064nm, no modo de pulso curto. Pode ser utilizado como opção para rejuvenescimento da pele, para melhorar o aspecto de poros dilatados, linhas finas, melhora da textura e da luminosidade da pele. Também pode ajudar a reduzir a vermelhidão nos casos de rosácea, como adjuvante ao tratamento. São feitas cerca de 3 sessões, com intervalo de 30 dias. O procedimento não causa maiores desconfortos, apenas uma sensação de aquecimento do local tratado. Após o tratamento, a pele pode ficar avermelhada, que vai melhorando em algumas horas. Uso de hidratantes e protetor solar é recomendado após o tratamento.
A tecnologia de laser não ablativo fracionado, provoca aumento da temperatura na área tratada, nas camadas média e profunda da pele, fazendo colunas de aquecimento (coagulação térmica). Isso promove o estímulo da produção de colágeno e elastina, levando a melhora na textura da pele, deixando- a com aspecto mais bonito e jovial. Pode ser usada para tratar linhas finas, rugas, flacidez da pele. Também pode ser aplicado no tratamento de estrias. É um tratamento que pode ser feito em qualquer época do ano, dependendo do estilo de vida de cada pessoa. Preferencialmente, deve- se fazer quando não for se expor ao sol por um período de 1 mês. Geralmente, são necessárias três a quatro sessões, dependendo da indicação e das características individuais, com intervalos de quatro semanas. Não deve ser feito na gestação, em pacientes bronzeados, com alguma infecção ativa na pele. Após o procedimento a pele fica avermelhada, com inchaço e ardor local leve, que vão melhorando em algumas horas. Algumas casquinhas podem ficar e melhoram em aproximadamente 1 semana, dependendo da intensidade do tratamento realizado. A exposição ao sol deve ser evitada por pelo menos duas semanas após as sessões. O uso de hidratantes, protetor solar e outros cuidados são indicados, e maquiagem pode ser utilizada normalmente.
Tecnologia para tratamento dos sinais de envelhecimento da pele. Gera feixes de ablação da pele, ou seja, de remoção da epiderme, e de coagulação das camadas mais profundas da pele, que levam a regeneração e estimulo de colágeno. Deixa áreas de pele normal ao redor desses feixes, fazendo com que a recuperação seja mais rápida. É possível controlar com segurança a profundidade e o nível dessa abrasão da pele e, portanto, a intensidade do tratamento pode ser titulada, de acordo com a necessidade de cada paciente. Pode ser indicado para tratar rugas e linhas faciais, manchas da pele, cicatrizes de acne, flacidez facial. Preferencialmente, deve- se fazer quando não for se expor ao sol por um período de 1 mês. Não deve ser feito quando há alguma infecção ativa na área a ser tratada, na gestação, quando a pele está bronzeada e no uso de algumas medicações. No pós- procedimento ocorrem inchaço e vermelhidão da pele, de intensidade variável. Deve-se seguir as orientações do dermatologista, evitar a exposição solar, usar cremes regeneradores da pele, compressas frias.
A radiofrequência é uma tecnologia que pode ser utilizada para tratar a flacidez da pele e a celulite. A energia da radiofrequência penetra profundamente na pele, aquecendo a derme, levando ao estímulo da produção de colágeno. O aparelho pode ser regulado para atingir camadas mais profundas, a gordura subcutânea, reduzindo o tamanho das células gordurosas e aumentando seu metabolismo. Pode ser usada para tratamentos faciais ou corporais, em qualquer época do ano. O paciente pode voltar às atividades de rotina logo após o tratamento. Podem ser combinados com outros métodos de tratamento, como os bioestimuladores de colágeno, por exemplo. Em geral, são necessárias cerca de 8 sessões, semanais ou quinzenais, de acordo com particularidades de cada paciente. Pacientes com marcapasso, próteses metálicas ou infecção ativa no local a ser tratado são contraindicações ao tratamento.
É uma tecnologia de ultrassom, não invasiva, para tratar a flacidez da pele. Ele leva ao aquecimento das camadas mais profundas da pele, criando pontos de coagulação no SMAS (sistema músculo aponeurótico superficial), para estimular a produção de colágeno, melhorando a flacidez e aumentando a firmeza da pele. O aparelho tem diferentes ponteiras, para atingir profundidades distintas, permitindo que seja adequado a cada área tratada e às necessidades de cada paciente. Uma alternativa não cirúrgica para tratar a flacidez. Pode ser feito em qualquer época do ano e não demanda tempo de recuperação. Não deve ser feito se houver alguma ferida ou inflamação na pele, placas na região a ser tratada ou na gestação.   Pode haver um efeito imediato, de “lifting”, que é, em geral transitório, pela contração das fibras colágenas, sinalizando que o processo benéfico foi iniciado. Os resultados começam em 1 mês, e a melhora vai progredindo até 6 meses após o procedimento. Podem ocorrer vermelhidão nas primeiras horas, inchaço e sensibilidade, em geral, leves e transitórios.  Há outras alternativas de tratamento não cirúrgico para a flacidez da pele, que podem inclusive ser usadas em associação com o ultrassom microfocado. O seu médico especialista irá avaliar a melhor indicação para você, propondo o plano de tratamento mais adequado e discutindo em detalhes as indicações, efeitos, precauções e cuidados.
É um procedimento realizado no consultório, que pode ser usado para diagnóstico de determinadas dermatoses. ( de 2mm a 5mm, dependendo de cada situação), é enviado para laboratório de anatomia patológica para o diagnóstico histológico.
São géis de ácido hialurônico, mais fluidos, injetáveis, utilizados para melhorar a qualidade da pele: textura, rugosidade superficial, linhas finas, luminosidade e hidratação. Pode ser utilizado para tratamento do rosto, do pescoço, colo, mãos, por exemplo. Os Skinboosters também podem ser utilizados para tratar as linhas perioculares ( “pés- de- galinha”) e as linhas ao redor da boca ( “código de barras”), isoladamente em casos específicos ou em associação com a toxina botulínica. Podem ser combinados com outras técnicas de tratamento. A aplicação é feita através de injeções no local a ser tratado. Em geral, são necessárias 2 sessões, com intervalo de 30 dias. Tratamento de manutenção é indicado a cada 6 meses, em geral. O tratamento não deve ser feito quando há infecção ou inflamação na área a ser tratada, em pacientes que tenham história de uso de preenchedores permanentes, na gravidez. Os resultados são visíveis principalmente após 30 – 45 dias. Podem ser feito em qualquer época do ano. Como qualquer procedimento injetável, podem aparecer vermelhidão, roxinhos na pele e inchaço, que em geral, melhoram em poucos dias.
 
 

PROCEDIMENTOS ESTÉTICOS

 

Dra. Camila Cazerta


• Dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.
• Coordenadora da Câmara Técnica de Dermatologia do Cremesp.
• Residência médica em Dermatologia pela Escola Paulista de Medicina - UNIFESP.
• Especialização em Dermatoscopia na Escola Paulista de Medicina - UNIFESP.
• Especialização em Cosmetologia no Ipupo.
• Especialista em Clínica Médica pela Escola Paulista de Medicina – UNIFESP.
• Residência médica em Clínica Médica pela Escola Paulista de Medicina – UNIFESP.
• Graduação em Medicina pela Escola Paulista de Medicina- UNIFESP.

logo Dra. Camila Cazerta

 
Open chat